publicidade

Notícias

Logística Reversa

Empresas de MS ganham mais 12 meses para apresentação de propostas para Logística Reversa

23-06-2018

Empresas de MS ganham mais 12 meses para apresentação de propostas para Logística Reversa

Fruto de intenso trabalho desenvolvido por diretores e o presidente da AMAS – Associação Sul-Mato-Grossense de Supermercados –, Edmilson Verati, visando minimizar para os associados o impacto da Lei nº 12.305/10, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).   O prazo limite para implantação das medidas era até o dia 5 de junho/2018. Com a prorrogação de 12 meses o novo marco é até 5 de junho de 2019, para todos os municípios de Mato Grosso do Sul.

 

O anúncio de nova data limite foi feito pelo presidente da Fecomércio/MS - – Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de MS –, Edson Araujo, durante a realização do 2º “Café & Negócios AMAS”, na terça-feira (12/06). Neste resultado houve também o envolvimento da Fiems e do Governo do Estado, via Semade - Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico-, além da AMAS e da Fecomércio/MS.

CONHEÇA A LEI Nº 12.305, DE 2 DE AGOSTO DE 2010. 

 

 

  Edson Araújo- “... principalmente junto aos micros e pequenos empresários”

 

“Em contato com o secretário da Semade, Jaime Verruck, solicitamos ao mesmo para que interferisse junto às autoridades competentes por uma elasticidade no prazo e assim podermos resolver o problema do não cumprimento das medidas contidas na Lei nº 12.305/10, principalmente junto aos micros e pequenos empresários, o que resultou em mais um ano, ou seja, as empresas de Mato Grosso do Sul, até a data de 05 de junho de 2019 devem se ajustar às medidas estabelecidas na PNRS”, anunciou Araújo.

 

Leia:

AMAS trabalha pela prática da logística reversa nas empresas associadas

Comerciantes terão de adotar medidas à logística reversa

 

A responsabilidade de implantação do Sistema de Logística Reversa nas lojas é do proprietário da empresa supermercadista.  A AMAS tem promovido reuniões e encontros com agentes públicos e instituições do comércio e da indústria, com vistas a aliviar o impacto que a Lei nº 12.305/10 poderá gerar aos associados.

 

Edmilson Verati: “...temos que começar o trabalho de implantação imediatamente”.

 

“É uma Lei de forte impacto para o setor supermercadista”, avalia o presidente da AMAS, Edmilson Verati. “Trata-se de medidas obrigatórias com alto grau de dificuldades no seu cumprimento, pois envolve todos os elos de distribuição desde a indústria ao consumidor final, além do alto custo”, explica o Presidente. “A prorrogação do prazo para implantação é muito bem vinda, agora temos que começar o trabalho de implantação imediatamente, pois o projeto é grande, exige mobilização e um ano passa rápido”, adverte Verati.

 

 

Imagem: Agência Senado

Ao não cumprir a legislação a empresa supermercadista ou quaisquer outras do comércio, da indústria seja qual for o setor poderá sofrer sanções, porque a Logística Reversa tem essa universalidade, que também inclui o próprio consumidor.  “Algumas dessas organizações já receberam contato do MPMS – Ministério Público de Mato Grosso do Sul – para apresentar o que estão fazendo em relação às regras dos Resíduos Sólidos e a destinação que estão dando para que não haja o impacto ambiental”, aponta Gilberto Evídio Schaeder, diretor Técnico do SENAI – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – na apresentação, durante o “Café & Negócios AMAS”, do programa criado pela instituição ligada à Fiems, destinado a contribuir com as empresas para implementação da Lei nº 12.305/10.

 

O associado poderá obter mais informações com a Assessoria Jurídica da AMAS, através do telefone (67) 3356-4450 ou e-mail: jurídico@amasms.com.br e também acessando as informações contidas nos endereços abaixo.

  

Acesse e leia:

Supermercado Sustentável 

Associações e empresas firmaram acordo com MPMS para reciclagem
Sem logística reversa, ativa prejuízo ambiental soma R$ 86,6 milhões

MPMS irá responsabilizar associações e empresas por não implementar coleta de embalagens no Estado

MPMS e MPT deliberam sobre logística reversa de embalagens em Mato Grosso do Sul

MPMS notifica empresas a apresentarem propostas de solução sobre a logística reversa

 

Assessoria de Comunicação AMAS